Share |

Artigos

Abril 19, 2021 08:19 PM

A assembleia de aderentes do BE Portimão aprovou como 1.º candidato à Câmara Municipal a recandidatura de João Vasconcelos, o mesmo sucedendo com Pedro Mota que se volta a recandidatar à Assembleia Municipal de Portimão.

Em assembleia concelhia do Bloco de Esquerda/Portimão foram eleitos diversos/as candidatos/as – onde se incluem o 1.º candidato à Câmara e o 1.º candidato à Assembleia Municipal - que irão concorrer às próximas eleições autárquicas no concelho, previstas para o próximo mês de outubro. Como 1.º candidato à Câmara Municipal foi aprovada a recandidatura de João Vasconcelos, o mesmo sucedendo com Pedro Mota que se voltou a recandidatar à Assembleia Municipal de Portimão.

Outubro 19, 2021 05:54 PM

O Orçamento apresentado pelo Governo do Partido Socialista, nada investe no Algarve quanto aos projetos estruturantes que foram sendo nos últimos anos apontados como de urgente realização para a região.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda recebeu na passada semana a proposta de Orçamento de Estado para 2022, o qual é verdadeiramente um autêntico vazio, mais uma vez,  quanto aos investimentos para o Algarve, deixando de fora, por exemplo,  a requalificação da EN 125, a construção do novo Hospital Central ou as necessárias dragagens a efetuar na região.

O Orçamento apresentado pelo Governo do Partido Socialista, nada investe no Algarve quanto aos projetos estruturantes que foram sendo nos últimos anos apontados como de urgente realização para a região.

Limita-se a incluir a ponte de Alcoutim e o Projeto de Eficiência Hídrica – obras previstos no Plano de Recuperação e Resiliência-  com a possível futura transferência destes equipamentos para os privados, deixando mais uma vez o serviço público prejudicado.

Outubro 19, 2021 05:49 PM

O Orçamento apresentado pelo Governo do Partido Socialista, nada investe no Algarve quanto aos projetos estruturantes que foram sendo nos últimos anos apontados como de urgente realização para a região.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda recebeu na passada semana a proposta de Orçamento de Estado para 2022, o qual é verdadeiramente um autêntico vazio, mais uma vez,  quanto aos investimentos para o Algarve, deixando de fora, por exemplo,  a requalificação da EN 125, a construção do novo Hospital Central ou as necessárias dragagens a efetuar na região.

O Orçamento apresentado pelo Governo do Partido Socialista, nada investe no Algarve quanto aos projetos estruturantes que foram sendo nos últimos anos apontados como de urgente realização para a região.

Limita-se a incluir a ponte de Alcoutim e o Projeto de Eficiência Hídrica – obras previstos no Plano de Recuperação e Resiliência-  com a possível futura transferência destes equipamentos para os privados, deixando mais uma vez o serviço público prejudicado.

Setembro 30, 2021 09:24 PM

Saudando democraticamente todos os eleitores e forças políticas concorrentes e/ou eleitas, o BE de Olhão agradece em particular o voto de confiança manifestado pelos olhanenses que escolheram o nosso projecto de mudança, reconhecendo o empenho de uma equipa que sempre se bateu por apresentar alternativas nos órgãos em que teve representação e sempre praticou e defendeu a auscultação da população e a difusão de informação como elementos centrais da prática política. Continuaremos a ouvir, registar e dar voz aos problemas sentidos, críticas e sugestões para uma melhor qualidade de vida, na luta constante por uma democracia mais participativa, pela justiça social e por um ambiente e desenvolvimento sustentáveis.

Infelizmente os resultados eleitorais foram desfavoráveis, quer pela elevada abstenção (perto dos 60%), quer pela reprodução das lógicas do poder instalado que continuará a implementar um modelo de crescimento baseado na captação do negócio, especulação imobiliária, mercado desregulado e consequente segregação urbana e agravamento de desigualdades sociais e de exclusão. A representação do bloco diminuiu em todas as freguesias do concelho (de 5 mandatos em 2017 só conseguimos manter 2), mas a força e dedicação à causa pública continuará sem populismo ou demagogia, na luta pela transparência, diálogo, abertura e procura de consensos alternativos para uma sociedade mais justa e um meio ambiente protegido – sempre por Olhão, na proximidade com as pessoas. (veja no interior os resultados eleitorais do BE no concelho)

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 26 SETEMBRO DE 2021

 

ABSTENÇÃO: 2017 – 56,1%;  2021 – 59,1%

 

 

RESULTADOS DO BLOCO DE ESQUERDA:

 

CÂMARA MUNICIPAL DE OLHÃO (2017 – 8% : 0 vereadores; 2021 – 5,2%: 0 vereadores)

 

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE OLHÃO (2017 – 10,1% : 2 dep.;  2021 – 6,2%: 1 dep.)

MARCO MATTOS (BE)

 

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE OLHÃO (2017 – 10%: 1 dep.; 2021 – 6,4%: 1 dep.)

Setembro 24, 2021 02:24 AM

Programa eleitoral alargado do Bloco de Esquerda para o municipio de Portimão, apresentado nas eleições autárquicas de 2021.

Programa eleitoral alargado do Bloco de Esquerda para o municipio de Portimão, apresentado nas eleições autárquicas de 2021.

Programa BE/Portimão - Autárquicas 2021

VAMOS JUNTAR FORÇAS PARA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA E MAIS DIGNIDADE PARA PORTIMÃO!

INTRODUÇÃO

Nas próximas eleições é imperioso fazer a mudança necessária para que os/as Portimonenses usufruam de uma melhor qualidade de vida e de mais dignidade. A crise fez aumentar as desigualdades e a discriminação no concelho e o poder local foi incapaz de travar essas desigualdades.

O PS governa Portimão há 45 anos, ininterruptamente. O endividamento autárquico continua pesado, os impostos municipais encontram-se à taxa máxima, faltam os parques e espaços verdes, espreitam novas frentes de betão, a cidade e as freguesias estão ao abandono. Os/as Portimonenses merecem melhor!

Setembro 21, 2021 06:44 PM

Fazer a diferença na união de freguesias de Moncarapacho/Fuseta é o compromisso do Bloco de Esquerda com a sua população, apostando em mais e melhor democracia participativa (participação das populações nas políticas locais; promoção do associativismo e de parcerias; estabelecimento de protocolos com a Câmara, descentralizando competências e meios financeiros), no desenvolvimento de infraestruturas e serviços que estimulem a saúde e protejam o ambiente, na promoção de boas práticas culturais e desportivas, incentivando parcerias com as escolas e associações locais, na melhoria da mobilidade e do acesso aos transportes, na aposta nas pessoas e na riqueza do meio, procurando apoiar uma agricultura mais sustentável e o escoamento dos produtos locais, melhores condições e infraestruturas para a pesca local, a defesa e preservação do parque de campismo da Fuzeta e o combate ao isolamento dos idosos que necessitam de mais apoio e de políticas de envelhecimento ativo (veja no interior o programa e a lista de candidatos à Junta de Freguesia de Moncarapacho/Fuseta)

TRABALHAR PARA AS PESSOAS  

2021 FREGUESIA DE MONCARAPACHO/FUSETA

 

TRABALHAR PARA AS PESSOAS

Compromissos do Bloco de Esquerda com as populações do Agrupamento de Freguesias Moncarapacho/Fuseta

 

CULTURA, EDUCAÇÃO, DESPORTO E MOBILIDADE

• Organizar a 1ª semana da Juventude: música, teatro, pintura, fotografia, dança e outras;

• Regular o funcionamento do Museu Paroquial e da Casa Museu Dr. José Fernandes Mascarenhas, através de uma gestão comum, assegurando a abertura dos núcleos museológicos;

• Promover a prática do desporto junto dos jovens e da população sénior através da organização regular de atividades;

• Dinamizar e apoiar projetos escolares e iniciativas de natureza educativa e pedagógica;

• Diligenciar a beneficiação das estradas municipais que se encontram em avançado estado de degradação;

Setembro 21, 2021 06:38 PM

Fazer a diferença na freguesia de Pechão é o compromisso do Bloco de Esquerda com a sua população, incentivando a participação cidadã na luta por um ambiente mais sustentável, por melhores condições de educação e saúde, pela defesa da economia e do comércio locais, por uma política de acção social que combata a exclusão e proteja as famílias com dificuldades, reduzindo custos de taxas, licenças e tarifas, pelo desenvolvimento da cultura e do desporto, por melhores condições de transporte e pela regulação do trânsito e do estacionamento, por uma melhor comunicação e por uma informação mais abrangente a nível dos serviços da junta, entre outros aspetos. (veja no interior o programa e a lista de candidatos à Junta de Freguesia de Pechão)

TRABALHAR PARA AS PESSOAS –2021 FREGUESIA DE PECHÃO

 

FAZER A DIFERENÇA EM PECHÃO

Compromissos do Bloco de Esquerda com as populações da freguesia de

Pechão

 

AMBIENTE

• Exigir o fim dos escorrimentos de águas residuais para a ribeira.

• Implementar a utilização de energias renováveis em todos os espaços públicos: edifício da Junta de Freguesia, iluminação do cemitério, das vias públicas e dos equipamentos desportivos.

• Limpar e conservar bermas, valetas, ribeiros, caminhos e árvores no espaço público.

• Acabar com as lixeiras junto aos contentores e exigir uma melhor limpeza da Freguesia.

Setembro 21, 2021 03:29 PM

Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia Municipal de Faro,

Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Faro,

Ex.mos membros da Mesa, Senhores Vereadores e Vereadoras,

Caros colegas da Assembleia Municipal,

Caras e caros munícipes que nos acompanham, quer presencialmente, quer on-line.

Já aqui aprovámos um voto de pesar por Jorge Sampaio, sublinho o pesar do Bloco de Esquerda pelo desaparecimento de tão importante figura da Democracia Portuguesa.

Se já na Constituição Republicana de 1911 estava contemplada a preocupação com a descentralização democrática, foi o 25 de Abril que permitiu a inclusão, na Constituição de 1976, do Poder Local Democrático, sendo as freguesias, os municípios e as regiões administrativas (estas, pelos vistos, adiadas para as calendas) os órgãos do referido Poder.

Setembro 20, 2021 03:02 PM

A candidatura do Bloco de Esquerda à União de Freguesias de Faro - Sé e São Pedro - apresenta-se como um projeto aberto onde a inclusão, a participação cidadã, e o crescimento sustentável são eixos que norteiam a nossa ação.

Uma assembleia de freguesia que promova a inclusão de todos os fregueses, respeitando os direitos individuais e valorizando a dignidade humana, olhará com especial cuidado para os problemas específicos da população idosa, das pessoas com deficiência e comunidades minoritárias. Com uma escuta ativa e diálogo permanente é possível construir laços de confiança e solidariedade que garantam a coesão social, e encontrem as respostas