Share |

Bloco quer garantia de apoios para salvar o Lince Ibérico

O Bloco de Esquerda manifestou o seu apoio ao trabalho que está a ser realizado pelo Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico. Este projeto, central para a biodiversidade ambiental constitui um património único e de valor incomensurável para a região algarvia. Para que este projeto possa alcançar o objetivo de retirar o lince ibérico da lista de espécies ameaçadas, é imperativo assegurar o seu financiamento até 2035, entre linhas nacionais e comunitárias.

O Bloco reuniu “online” com o ICNF via plataforma Zoom, para saber de que forma o projeto está a responder às necessidades, qual o impacto dos fogos na zona em que se situa a reserva de Silves e que medidas foram e serão necessárias para mitigar os efeitos dos incêndios e das alterações climáticas no projeto de reintrodução da espécie no habitat natural.
O Lince Ibérico foi considerado a espécie felina mais ameaçada do mundo e foi estabelecida a necessidade de intervenção para se evitar a sua extinção.

Foi construído o Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico (CRNLI), com objetivo de obter um número de animais suficiente para ajudar a restabelecer a espécie na natureza e combater a sua extinção.  No CNRLI, desde 2009 até hoje, já nasceram mais de 120 animais, com taxas de reinserção e reprodução na natureza bastante elevadas.
Estiveram presentes na reunião online, o Dr. João Alves e o Dr. Pedro Sarmento por parte do ICNF, José Gusmão e Maria Helena Baião como candidatos do Bloco de Esquerda à Assembleia da República nas próximas eleições legislativas, João Vasconcelos da parte da Comissão Coordenadora Distrital do BE Algarve e Mandatário da lista de candidatos do Bloco de Esquerda às eleições legislativas e Marco Pereira como Assessor Político do Bloco de Esquerda Algarve.