Share |

Sobre: Saúde

Maio 3, 2018

O que está O Bloco de Esquerda quer saber quantos doentes foram transferidos da unidade coronária do Hospital de Faro na sequência da infestação de piolhos de pombos detetado no local durante o fim de semana.

Maio 1, 2018

O Hospital de Faro não reúne condições técnicas para a realização de mamografias, acusa o Bloco de Esquerda, tendo questionado o Governo sobre esta anomalia.

Os deputados João Vasconcelos, Moisés Ferreira e Jorge Falcato querem saber por que razão aquela unidade hospitalar não está a dar resposta aos utentes, quais as medidas implementadas para resolver a avaria no equipamento, e quando se prevê que o mesmo esteja novamente a funcionar.

Março 8, 2018

O Bloco de Esquerda questionou o Governo acerca da demissão de três diretores do serviço de medicina interna do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) o qual, e segundo o Sindicato Independentes dos Médicos (SIM), tem na sua origem a apresentação duma proposta por parte do Conselho de Administração do CHUA, para “excluir idosos dos cuidados de saúde que lhes são devidos e a que têm direito constitucional”, a qual foi considerada pelos profissionais médicos como “desumana e condenável”.

Abril 27, 2017

O Bloco de Esquerda dirigiu por escrito um conjunto de perguntas ao Governo sobre as dificuldades no Hospital de Faro para a realização de TACs e à inoperacionalidade das urgências pediátricas no Hospital de Portimão.

João Vasconcelos e Moisés Ferreira, autores da iniciativa parlamentar, denunciam o agravamento das dificuldades registadas no Centro Hospitalar do Algarve (CHA), designadamente na carência e encerramento de serviços para a realização do exame médico de Tomografia Axial Computarizada (TAC), no Hospital de Faro, e nas falta de médicos nas urgências pediátricas do Hospital de Portimão, obrigando à paragem desta valência. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Governo, através do Ministério da Saúde.

Abril 7, 2017

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda apresentou um Projeto de Resolução recomendando ao Governo manter o Centro de Medicina Física e de Reabilitação (CMFR) do Sul na esfera pública, dotando-o de autonomia e com os recursos humanos, técnicos e financeiros necessários ao seu pleno funcionamento. Ler aqui, e na integra, a iniciativa legislativa apresentada.

Abril 6, 2017

O Bloco de Esquerda dirigiu um conjunto de perguntas ao Governo relacionadas com o recurso do Centro Hospitalar do Algarve (CHA) a entidades convencionadas nos anos de 2013, 2014 e 2015.

Os deputados bloquistas João Vasconcelos e Moisés Ferreira querem saber quais os montantes gastos, quais as áreas em que mais de recorreu a entidades convencionadas para realizar meios complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT), e quais as os real motivos que levam as estes recursos. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.  

Março 14, 2017

O Bloco de Esquerda recomendou ao Governo a aquisição de viaturas para a prestação de cuidados ao domicílio no quadro dos cuidados de saúde primários.

A iniciativa parlamentar surge na sequência do Bloco ter questionado os Agrupamentos de Saúde (ACES) e Unidades Locais de Saúde (ULS) existentes no país acerca da frota disponível, nomeadamente se a mesma era suficiente para acompanhar os utentes a necessitar de cuidados domiciliários. A maioria das ACES e ULS manifestou ter uma frota insuficiente para a prestação de cuidados de saúde, e os gastos com com taxis ou aluguer de automóveis chegou aos 1,7 milhões de euros no anos de 2015.

Relativamente à região do Algarve, importa assinalar que o conjunto das 3 ACES (I - central, II - barlavento e II sotavento) manifestou a necessidade de mais 23 viaturas no conjunto. Ler aqui, e na integra, a iniciativa legislativa apresentada.

Fevereiro 24, 2017

João Vasconcelos e Moisés Ferreira, autores da iniciativa, consideram ser preciso um investimento imediato e urgente no CHA, sendo necessário suprir necessidades, as quais, acreditam os parlamentares do Bloco, não passam por meras medidas de gestão e organização, mas sim um compromisso da tutela para um reforço de investimento. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.

Dezembro 21, 2016

 

O Bloco de Esquerda questionou o Governo acerca da entrega da gestão do Centro de Medicina Física de Reabilitação do Sul (CMFRS) a uma instituição particular de solidariedade social (IPSS).

Os parlamentares do Bloco querem saber se a proposta apresentada pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve para a entrega a gestão do CMFRS a uma IPSS é rejeitada, mantendo a gestão desta unidade de saúde na esfera pública. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.

Dezembro 7, 2016

Na próxima sexta-feira, dia 9 de dezembro, Catarina Martins, coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, realiza uma visita ao Hospital de Portimão. A iniciativa, que será acompanhada também pelo deputado eleito pelo Algarve, João Vasconcelos tem lugar pelas 15:30 horas e insere-se num conjunto de ações promovidas pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda no âmbito da saúde, que terão lugar neste dia em todo o país.

Dezembro 6, 2016

 

O Bloco de Esquerda dirigiu um conjunto de perguntas escritas ao Governo sobre as inúmeras dificuldades por que passa atualmente o serviço de urgência do Hospital de Portimão. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.

Novembro 17, 2016

O Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Saúde sobre quantos quartos de isolamento existem no Centro Hospitalar do Algarve (CHA), quantos destes são de isolamento com pressão negativa e se o Ministro considera serem suficientes. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.

Novembro 16, 2016

O Bloco de Esquerda dirigiu por escrito um conjunto de perguntas ao Governo, através do Ministério da Saúde, relacionadas com a contratação, por parte da ARS Algarve, de enfermeiros com recurso a recibos verdes. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.

Outubro 4, 2016

O Bloco de Esquerda quer saber quais os motivos que levaram ao encerramento do único Centro de Aconselhamento e Deteção da infeção VIH/SIDA (CAD) no Algarve durante cerca de 15 dias.

João Vasconcelos e Moisés Ferreira questionaram por escrito o Ministério da Saúde sobre quais os motivos que levam o CAD de Faro a encerrar durante cerca de 15 dias e quais as medidas tomadas pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve no sentido de colmatar esta falta e garantir a reabertura do serviço. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde.