Share |

Bloco de Esquerda recomenda ao Governo a construção do Porto de Pesca de Tavira

O Porto de Pesca de Tavira é uma obra que se arrasta à mais de 15 anos e tem servido de promessa recorrente em campanhas eleitorais

Os deputados do Bloco de Esquerda apresentaram um projeto de resolução para que sejam tomadas providências para a construção urgente do Porto de Pesca de Tavira.

A construção do Porto de Pesca de Tavira é uma obra desejada à muito anos pela população do Concelho de Tavira. Promessa recorrente em campanhas eleitorais, no ano de 2009 foi finalmente possível aos Tavirenses acreditarem que o projeto caminhava para o início das obras. Com um custo total estimado em cerca de 10 milhões de euros, o PIDDAC desse ano consagrava a cabimentação de 1 milhão para o arranque da obra. Em janeiro de 2011 era aberto concurso público e pouco depois o candidato era escolhido.

No entanto, a infra-estrututura tão ansiada pela população dá um passo atrás quando o secretário de estado do mar, em visita ao Concelho, deixa entender que a obra não irá realizar-se. Desde esse momento, o único passo que falta depende do governo, através da homologação do secretário de estado.

O Porto de Pesca de Tavira servirá as comunidades piscatórias de Tavira, Santa Luzia, Cabanas e Fuseta. Atualmente, nas duas primeiras estão instaladas lotas com condições pouco ajustadas às exigências dos valores de venda de pescado, os quais, rondaram no ano passado os 4 milhões de euros. O porto prevê a construção de novas instalações da DOCAPESCA.

A recomendação dos deputados do BE para a conclusão dos procedimentos necessários à construção do Porto de Pesca de Tavira acrescenta ainda o necessário desassoreamento dos canais de navegação da barra de Tavira, do Rio Gilão, bem como do cais de descarga da altual lota da cidade.

O assoreamento da barra de Tavira, do Rio Gilão e do cais de descarga da lota tem sido apontados pelos pescadores como dificuldades que comprometem o futuro da atividade e colidem com o discurso do governo sobre a valorização das atividades primárias.

Ler aqui o projeto de resolução.