Share |

Iniciativas legislativas do BE na luta pela igualdade de género

Em véspera do Dia Internacional da Mulher, a deputada eleita pelo Bloco de Esquerda no Algarve, destaca junto dos militantes reunidos em almoço-convívio, em Olhão, o papel decisivo que o partido tem tido na luta pela igualdade de género e na luta pela defesa das mulheres portuguesas "principais vítimas das políticas de austeridade deste Governo", acusa Cecília Honório.

A inclusão da violência no namoro no quadro penal da violência doméstica, a maior vigilância de agressores, quer pela aplicação de medidas de controlo como a pulseira electrónica, quer por vídeo-vigilância e o despoletar do debate, atualmente em curso no seio da comissão parlamentar, sobre a guarda de menores ao pai quando este é comprovadamente agressor da mãe, foram alguns dos exemplos do trabalho realizado pelo Bloco de Esquerda no parlamento, mencionados pela deputada.

"Os factos e os números atuais, nomeadamente os do EUROSTAT, chamam a atenção para o agravamento das desigualdades salariais entre homens e mulheres em Portugal e são necessárias décadas para repor a igualdade salarial", salientou.

Cecília Honório garantiu que o Bloco de Esquerda tem vindo a prosseguir a luta e, nesse sentido, relembrou ainda, o recente pacote legislativo de medidas sobre natalidade e apoio à família que o partido apresentou na Assembleia da República e cujo objectivo foi o de serem protegidos os direitos mais elementares das mulheres portuguesas nomeadamente no que respeita ao mundo do trabalho onde "são ainda consideradas inimigas quando engravidam ou quando tem uma criança a seu cargo".