Share |

Falta de formação para nova Plataforma Escola 360 preocupa BE

Os deputados João Vasconcelos e Joana Mortágua do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questionaram o Governo acerca da nova Plataforma Escola 360, aplicação digital que assegura a gestão escolar dos alunos do ensino pré-escolar, básico e secundário. Os deputados bloquistas querem saber se o Governo considera esta a forma de realizar as matrículas este ano letivo e quando será disponibilizada a formação necessária para o funcionamento desta plataforma.

Chegou ao Bloco de Esquerda relatos de dificuldades sentidas na utilização desta aplicação, designadamente pelos funcionários da Escola Básica D. Afonso III, em Faro, que a pouco tempo do início do período das matrículas para o próximo ano letivo afirmam desconhecer ou estar familiarizados com o funcionamento da referida aplicação. Referem ainda não ter havido até à data formação sobre a utilização da aplicação, pese a promessa que até ao final de abril viria a haver sessões de formação.

Segundo o que foi possível apurar, a Plataforma Escola 360 é um sistema do Ministério da Educação que visa consolidar de forma centralizada, fiável, segura, os processos de gestão escolar dos alunos do ensino pré-escolar, básico e secundário. A aplicação permitirá às escolas e organismos da Administração Educativa, a gestão do ciclo de vida do aluno proporcionando uma visão completa sobre o seu percurso educativo e fornecendo informação em tempo real sobre os alunos. Para os encarregados de educação é disponibilizado um conjunto de funcionalidades que contribuirão para uma maior simplificação e transparência de processos e o incremento da eficácia e da eficiência da sua interação com a Escola. Segundo informações do Ministério da Educação, também será através desta plataforma que se farão as matrículas dos alunos, a partir deste ano letivo.

Para os parlamentares bloquistas, no momento em que “estamos próximos do início do prazo de matrículas, as dúvidas sobre a utilização do Escola 360 são muitas, a formação prometida nunca foi disponibilizada. Algumas escolas e agrupamentos manifestaram o receio de que a utilização desta plataforma nestas condições provoque o caos”.

Hiperligação - consulte aqui a pergunta dirigida ao Governo através do através do Ministério da Educação.