Share |

Cecília Honório quer que Governo esclareça adiamento da requalificação urgente da EN 264

 

O flagrante estado de degradação da Estrada Nacional 264, que liga São Bartolomeu de Messines a Algoz, já mereceu diversos alertas por parte da população. A ausência de qualquer intervenção de fundo que ofereça condições de circulação em segurança contrasta inaceitavelmente com a importância económica que aquela via possui para a região.

A 11 de Novembro de 2009, em comunicado de imprensa, a Estradas de Portugal (EP) anunciou que o projecto da obra para a reabilitação da EN 264 já estava em fase de elaboração e que lançar «no 1º trimestre de 2010, um Concurso Público para a execução da empreitada de reabilitação». Ora, passado cinco meses desde o início do ano, desconhece-se qualquer concurso público, projecto de obra para a reabilitação daquele eixo rodoviário ou motivos para o atraso da sua concretização. Este adiamento é tanto mais grave quando em declarações ao jornal Correio da Manhã, na sua edição de 22 de Março, a EP repete a integralmente a informação divulgada em Novembro passado. Esta repetição revela que nada mudou e que não foram desenvolvidas quaisquer iniciativas que alterem o quadro em referência onde perigam as condições de segurança dos cidadãos.

A deputada Cecília Honório exige que o Governo esclareça se vai avançar com a urgente requalificação da EN 264 e qual a data prevista para a sua concretização. A deputada eleita pelo círculo de Faro considera que a actuação da Estradas de Portugal é inaceitável e quer que o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações anuncie quais as medidas que vai desencadear no sentido de responsabilizar aquela empresa pelos atrasos sucessivos na elaboração e urgente implementação de um plano de reabilitação da EN 264.