Share |

Artigos

Dezembro 2, 2018 07:30 PM

Em resultado das sessões de 26 e 27 de Novembro da Assembleia Municipal, a maioria absoluta do PS rejeitou todas as propostas de alteração e recomendações apresentadas pelo BE, mantendo metas e estratégias das grandes opções do plano e o correspondente orçamento num sentido que consideramos desajustado em termos de prioridades de desenvolvimento do município e daquela que é a intervenção mais urgente – a atenuação das desigualdades sociais visíveis no concelho. Mais uma vez insistimos na transparência retomando pedidos de informação sobre recomendações aprovadas face à prestação integral de todas as empresas municipais, não cumpridas na íntegra. Em suma, o poder instalado vai de vento em popa mas o bloco não desiste das lutas que considera justas e do apoio aos anseios legítimos das reivindicações das populações locais que em nós depositaram toda a confiança (ver resumo das posições do BE em anexo)

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO MUNICIPAL 2019: tudo na mesma e a habitual rejeição de alternativas

Novembro 28, 2018 02:48 PM

Luís Monteiro e João Vasconcelos questionaram o Governo sobre o facto da Universidade do Algarve suprir as suas necessidades com pessoal recorrendo a recurso humanos altamente qualificados e de elevada competência com vínculo precário, sem, e até ao momento ter aberto um concurso que resulte num concurso ao abrigo PREVPAP. A iniciativa parlamentar surge na sequência da visita dos deputados à Universidade do Algarve a 19 de novembro e do encontro tido com os investigadores bolseiros daquela isntituição de ensino superior. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Governo através do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Luís Monteiro e João Vasconcelos questionaram o Governo sobre o facto da Universidade do Algarve suprir as suas necessidades com pessoal recorrendo a recurso humanos altamente qualificados e de elevada competência com vínculo precário, sem, e até ao momento ter aberto um concurso que resulte num concurso ao abrigo PREVPAP.

Novembro 27, 2018 12:48 PM

Os deputados do Bloco de Esquerda questionaram o Governo acerca das medidas que irá adotar para que o Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) cumpra o Orçamento de Estado de 2018 e aplique as regras para o descongelamento da carreira dos enfermeiros.

Os deputados do Bloco de Esquerda questionaram o Governo acerca das medidas que irá adotar para que o Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) cumpra o Orçamento de Estado de 2018 e aplique as regras para o descongelamento da carreira dos enfermeiros.

Na pergunta escrita dirigida ao Governo os deputados do Bloco Moisés Ferreira e João Vasconcelos esclarecem que o OE 2018 “estabelece o descongelamento das carreiras e as respetivas valorizações remuneratórias, sendo esta norma aplicável também aos enfermeiros em Contrato Individual de Trabalho, pelo que não há nenhuma razão para que o CHUA exclua os profissionais CIT do descongelamento de carreiras.”

Novembro 27, 2018 12:04 PM

Apresentaram-se duas listas candidatas ao ato eleitoral para a Comissão Coordenadora Concelhia de Faro – mandato 2018/2020 - cuja composição e programas podem ser consultados nas seguintes hiperligações. À lista “Um Bloco aberto para mudar o rumo do concelho!” foi atribuído o nome de Lista A, e à lista “Também em Faro, mais Bloco de Esquerda!” foi atribuido o nome de Lista B.

Apresentaram-se duas listas candidatas ao ato eleitoral para a Comissão Coordenadora Concelhia de Faro – mandato 2018/2020 - cuja composição e programas podem ser consultados nas seguintes hiperligações. À lista “Um Bloco aberto para mudar o rumo do concelho!” foi atribuído o nome de Lista A, e à lista “Também em Faro, mais Bloco de Esquerda!” foi atribuido o nome de Lista B.
Recordamos que a votação terá lugar no dia 15 de dezembro do corrente ano, sábado, entre as 15h e as 18h, na sede do Bloco de Esquerda em Faro, localizada na Rua Dr. Justino Cúmano n.º 13, 8000-333 Faro.
Têm direito de voto todos os aderentes que tenham pago a quota de 2018 até ao momento da votação.

Novembro 22, 2018 11:58 PM

Pergunta ao governo colocada pelos deputados Moisés Ferreira e  João Vasconcelos, sobre a progressão dos enfermeiros do CHUA.

Assunto: Processo de descongelamento de carreiras para enfermeiros do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, EPE.

Destinatário: Ministério da Saúde

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República

O Bloco de Esquerda teve conhecimento que o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, não está a aplicar o descongelamento e progressão de carreira aos enfermeiros com Contrato Individual de Trabalho e não está a contabilizar corretamente o tempo de serviço aos enfermeiros em Contrato de Trabalho em funções Públicas.

Novembro 22, 2018 09:50 AM

O Bloco de Esquerda considera que o Orçamento de Estado fica muito aquém do que seria desejável, continua a não responder à defesa e melhoria dos serviços públicos, a um combate efetivo aos fenómenos de pobreza e de exclusão que persistem no país, à carência das necessidades de habitação pública, ao aumento assinalável do bem-estar dos cidadãos, e a um combate frontal e determinado às negociatas das PPP’s e aos grandes interesses da banca, das energias e de outros potentados económicos. O governo de António Costa ao persistir, teimosamente, no alcance da meta do défice zero do PIB, mantém-se refém do Tratado Orçamental e de Bruxelas. O Grupo Parlamentar do Bloco apresentou um conjunto de propostas na especialidade, onde o Algarve merece uma posição de relevo. Conhece-las aqui.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda apresentou diversas propostas ao Orçamento de Estado para 2019 na fase de discussão na especialidade, incidindo um conjunto dessas propostas sobre o Algarve. São propostas nas áreas da saúde, educação, mobilidade, poder local, agricultura, pescas, apoio social e trabalho.

O Orçamento de Estado para o próximo ano prossegue – com um forte contributo do Bloco de Esquerda - a trajetória dos orçamentos anteriores nesta legislatura: a recuperação de rendimentos e de direitos para as famílias e trabalhadores, tão violentamente maltratados pelo governo anterior do PSD/CDS. Inclui medidas como a redução na fatura da eletricidade, embora tímida, o fim do fator de sustentabilidade nas longas carreiras contributivas, o alargamento da gratuitidade dos manuais escolares para todos os alunos que frequentam o ensino obrigatório da rede pública, a redução do valor das propinas para o ensino superior, e aumentos nas pensões e nos apoios sociais, ainda que muito limitados.

Novembro 21, 2018 07:04 PM

Esta X edição do Encontro Regional Autárquico do Algarve é dedicada à Ria Formosa, na sua vertente ambiental, económica e social.

No dia 24 de novembro, o Bloco de Esquerda organiza o X Encontro Regional Autárquico do Algarve. A sessão tem lugar em Olhão, no Auditório da Praceta de Agadir/Auditório da Junta de Freguesia de Olhão, pelas 15 horas, e conta com a participação de Sílvia Padinha, Presidente da Associação de Moradores da Ilha da Culatra, António Terramoto, ativista pela causa ambiental, Rui Santos, Professor e investigador da Universidade do Algarve, e João Vasconcelos, deputado na Assembleia da República e vereador na Câmara Municipal de Portimão.

Novembro 5, 2018 11:50 AM

Decorreu no dia 3 de novembro, em várias mesas eleitorais no distrito de Faro, as eleições para delegados à XI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda.

Apurados os resultados da Assembleia Eleitoral do Algarve, a Moção A elegeu 22 delegados, e a Plataforma "Mais Algarve, Mais Bloco", 7 delegados.

Decorreu no dia 3 de novembro, em várias mesas eleitorais no distrito de Faro, as eleições para delegados à XI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda.

Apurados os resultados da Assembleia Eleitoral do Algarve, a Moção A elegeu 22 delegados, e a Plataforma "Mais Algarve, Mais Bloco", 7 delegados.

Resultados Nacionais.

Finda a votação, a Moção A elegeu 523 delegados, a C 12 e a M 47. As plataformas elegeram o seguinte número de delegados: “Mais Algarve, mais Bloco!”, 7; “Reforçar o Bloco para virar o País à Esquerda”, 1; “Mais local, mais participado, mais democrático… melhor Bloco de Esquerda”, 5; “O interior também existe”, 4; na Madeira a plataforma “O Bloco mais forte para mudar o país e a Região Autónoma da Madeira” elegeu 10 delegados e a plataforma “Mais Bloco, melhor Autonomia para a Madeira” elegeu 16.

Outubro 27, 2018 01:37 AM

 Verifique aqui listas concorrentes de delegados para a XI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda.

Estas são as listas concorrentes de delegados para a XI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda:

Moção A: Um Bloco mais forte para mudar o País

1. A1508, João Manuel Duarte Vasconcelos

2. A9697, Mónica Cristina Lopes Neto

3. A935, Augusto Arnaldo Nunes Otero Taveira

4. A8646, Jorge Manuel Albano da Encarnação Ramos

5. A10577, Maria Celeste Rodrigues dos Santos

6. A10653, Artur António Guerreiro Sanina

7. A11991, Joaquim Ribeiro de Oliveira

8. A8449, Mariette Martinho

9. A4152, Pedro Miguel Sousa Mota

10. A13621, Ivo Madeira

11. A13049, Eunice Neto dos Reis Sequeira

12. A4952, Sebastião de Sousa Pernes

13. A13748, Igor Miguel Gago

14. A9138, Joaquina Maria Rosa Lourenço

15. A10617, David Anthony Johnofre Rodrigues Berrueco

16. A11968, Joaquim Alberto Coelho Gomes

17. A12957, Dóris Rafael Peleira

18. A9782, Paulo Jorge Afonso da Silva