Share |

Ministério da Economia responde sobre Quinta da Ombria

A 23 de Novembro de 2009, as deputadas Cecília Honório e Rita Calvário questionaram o Ministério da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento sobre a construção do campo de golfe em Rede Natura, no âmbito do projecto de aproveitamento turístico da Quinta da Ombria, no concelho de Loulé.

Em resposta ao BE, o Governo afirma que o projecto em causa não é PIN (Projecto de Interesse Nacional), mas foi alvo de Avaliação de Impacte Ambiental, tendo sido objecto de Declaração de Impacte Ambiental favorável com condicionantes. Para Vieira da Silva, o «golfe é um dos produtos turísticos (…) que deve continuar a ser potenciado no Algarve».

A aposta continua a ser o turismo para as elites: «Considera-se que o golfe da Quinta da Ombria se enquadra na estratégia de desenvolvimento turístico da região do Algarve, contribuindo para atenuar a sazonalidade e aumentar a qualidade do emprego, com reflexos positivos na consolidação do Algarve como destino internacional de golfe, na atracção de segmentos de mercado com elevado rendimento e no prolongamento da estadia média do turismo na região.»

Consultar a pergunta do BE e a respectiva resposta do Ministério da Economia aqui