Share |

Museu da Cortiça, Precisa de Solução Urgente

 

O Bloco de Esquerda tomou conhecimento público da iminência do encerramento do Museu da Cortiça, devido à falência da Fabrica do Inglês, em Silves. 

Segundo o seu director, em visita que efectuámos recentemente, o encerramento pode ocorrer a qualquer momento, devido às dificuldades financeiras que atravessa a sociedade proprietária do museu e do parque de lazer em que se insere. 

- com este encerramento à uma ameaça que pende sobre o seu valiosíssimo património, que não pode, em circunstância alguma, ser vendido a retalho ou alienado de uso público;

- é certamente o museu mais rico ao nível da indústria da cortiça, com um acervo notável em maquinaria, oficinas e arquivo documental. 

- é apontado por muitos como um dos melhores museus industriais da Europa – em 2001 foi distinguido pelo Fórum Museológico Europeu com o Prémio Micheletti para Melhor Museu Industrial da Europa, tendo recebido nesse ano mais de 100 mil visitantes;

- o Museu da Cortiça constitui um dos mais importantes pólos turísticos e culturais de Silves e do Algarve, faz dignamente jus à história da indústria corticeira Silvense e Algarvia; 

- a importância e o património deste museu estão naturalmente muito para além das fronteiras do concelho de Silves, dando-lhe um carácter supra-municipal.

A importância deste museu e o seu riquíssimo património exigem, por isso, a intervenção pública, mormente do Governo e das competentes Direcções da Cultura, da Economia e do Turismo, e uma resposta rápida.

Atendendo ao exposto a Assembleia Metropolitana do Algarve vem manifestar a sua preocupação para a existência desta grave situação e para a inexistência de notícias quanto à sua resolução e vem solicitar junto de V. Exas* que dignem empenhar-se na procura de uma solução que evite seja posto em causa este valioso património.

 

Assembleia Metropolitana do Algarve, em 25 de Janeiro de 2010.

 

Os Membros do Bloco de Esquerda, na Assembleia Metropolitana do Algarve

Carlos Martins e Luisa Gonzalez

 

• enviar para:

1.º Ministro, Ministros da Cultura e Economia, Secretaria de Estado do Turismo, Delegações Regionais dos Ministérios da Cultura e Economia, CCDR Algarve e Câmara Municipal de Silves.