Share |

Atrasos no pagamento de salários aos trabalhadores da cadeia de supermercados Alisuper

 

Os trabalhadores da cadeia Alisuper, com cerca de 80 supermercados no Algarve, estão com salários em atraso há dois meses e têm lutado pelos seus direitos sem qualquer resposta. Em 14 de Agosto do corrente ano, a greve convocada colocava na ordem do dia os salários em atraso que ascendiam a um milhão de euros, uma dívida de cerca de dois mil euros para com cada trabalhador.

A situação é tanto mais grave quando a região do Algarve apresenta uma das mais elevadas taxas de desemprego do país (no mês de Setembro registaram-se mais 88,2% de inscrições nos Centros de Emprego face ao mesmo mês de 2008), sendo incomportável para a região e para o país que o quadro se mantenha.

A deputada Cecília Honório considera que o pagamento das dívidas directas aos trabalhadores é uma prioridade absoluta, pelo que é determinante accionar o plano de insolvência do Grupo Alicoop, detentor dos supermercados Alisuper, para que, através do Fundo de Garantia Salarial, os trabalhadores vejam os seus direitos salvaguardados.

Em pergunta dirigida ao Ministério da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, e ao Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, a deputada eleita pelo círculo de Faro pretende que o Governo esclareça se foram tomadas todas as medidas possíveis e estudadas soluções de reconversão empresarial da Alicoop e que medidas propõe para uma região onde o flagelo do desemprego se tornou uma realidade.