Share |

Cecília Honório quer explicações sobre falta de auxiliares nas escolas do concelho de Lagoa

 

A deputada Cecília Honório questionou ontem o Ministério da Educação sobre a carência de auxiliares de acção educativa nas escolas do ensino básico do concelho da Lagoa.

De acordo com as denúncias da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Lagoa (APELA), a portaria que determina a relação auxiliares educativos / alunos não está a ser cumprida no Agrupamento de Escolas da Lagoa. Esta situação compromete a qualidade educativa oferecida às crianças e vem-se juntar às várias preocupações sentidas pela comunidade escolar do concelho.

 

Das promessas de renovação do parque escolar, principalmente da Escola Básica do 1º Ciclo n.º 2 de Lagoa, à contratação de funcionários em regime de contrato de trabalho temporário e de muito baixa remuneração (€3/h), sem as competências exigidas para o acompanhamento de crianças, passando pelas carências de acessos adequados aos estabelecimentos escolares, designadamente a EB1/JI de Lagoa, são várias as reivindicações apresentadas pela APELA à Câmara Municipal de Lagoa e ao Ministério da Educação.

 

Em pergunta dirigida ao Ministério da Educação, a deputada do Bloco de Esquerda eleita pelo distrito de Faro exigiu a abertura de concursos públicos para a contratação do pessoal não docente em falta no presente ano lectivo e a adopção de medidas para a melhoria das condições educativas das crianças do concelho de Lagoa.

Ler aqui pergunta ao governo