Share |

Governo admite necessidade de Matadouro no Algarve

O Bloco de Esquerda tem defendido a necessidade de construção de uma unidade de bate de animais para a região do Algarve, tendo mesmo apresentado uma proposta em sede de Orçamento de Estado (PIDDAC). 

Em Março passado a deputada Cecília Honório questionou o Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas sobre esta situação, realçando os custos e riscos inerentes às deslocações para os matadouros das regiões do Alentejo e Setúbal, incomportáveis para os produtores e que constituem um factor de desigualdade inaceitável face a outras regiões do país.

Ontem recebemos a resposta do Governo: «o MADRP entende que se pode justificar a existência de um matadouro no Algarve, com sustentabilidade do foro de gestão económico-financeira, bem como com higiene e segurança sanitária dos géneros alimentícios, sendo que os projectos de estabelecimentos de abate podem ser promovidos por entidades públicas ou privadas».

A pergunta do BE e a resposta do Ministério podem ser consultadas aqui.