Share |

OS ESTADO DA MOBILIDADE NO ALGARVE: DIAGNÓSTICO E PERSPETIVAS

Event Dates: Sexta, 10 Maio 2019

FARO, Club Farense (Rua de Sto António 30),21h30

O Bloco de Esquerda organiza na próxima sexta-feira, dia 10 de maio, uma sessão pública aberta a todos os interessados que retoma o tema da requalificação da EN 125 assim como o das portagens da Via do Infante (A22). No entanto e porque hoje cada vez mais se fala na articulação entre os modos rodoviários e ferroviários na região do Algarve, a iniciativa pretende explorar as necessidades prementes para uma ferrovia adequada a uma região como a algarvia, pelo que será uma oportunidade para apresentar o Plano Nacional Ferroviário do Bloco de Esquerda, iniciativa fundamental para a mobilidade nacional, projeto parlamentar recentemente apresententado na Assembleia da República. Assim, trata-se duma sessão inteiramente centrada na mobilidade da algarvia sob os modos rodoviários e ferroviários.

 

No Algarve, são muitos os utentes que elegem o comboio como o seu meio de deslocação diário, mas estes encontram um vazio na articulação entre as diferentes ofertas de transporte coletivo, sobretudo na falta de convergência dos horários entre os comboios e autocarros. Atendendo a que muitos trabalhadores, estudantes, dona de casa, etc., tem neste meio de transporte um recurso imprescindível em conjunto com o transporte rodoviário, deve existir toda uma articulação de percursos e horários para dar a melhor resposta às pessoas. Tal como em Faro e no Algarve em geral, tal não acontece.

A sessão terá lugar no Club Farense, em Faro, e conta com as participações dos deputados Heitor de Sousa e João Vasconcelos e do ativista Hugo Pena do Movimento de Cidadania dos Utentes da EN125 - Sotavento.