Vídeos

Intervenção do deputado João Vasconcelos na audição do Ministro Planeamento e Infraestruturas.

Intervenção do deputado João Vasconcelos na audição do Ministro do Ambiente, no âmbito do debate do OE 2017.

vila real santo antónio

Foi aprovado em sessão plenária da Assembleia da República o Projeto de Resolução em que se "Recomenda ao Governo o levantamento urgente de todas as infraestruturas patrimoniais em risco e um plano de intervenção e mitigação de riscos da faixa costeira, reposição de cordões dunares e dragagens no Algarve".

A iniciativa parlamentar apresentada pelo Bloco de Esquerda teve os votos favoráveis de todas as bancadas parlamentares, à exceção do PS que optou pela abstenção.

Site Distrital do Algarve

Estrada municipal do bairro do Furadouro motiva abaixo-assinado e leva os deputados do Bloco de Esquerda, João Vasconcelos e Heitor de Sousa, a questionar o Governo sobre se irá intervir para resolver o problema que preocupa à mais de uma década os residentes.

Site Distrital do Algarve

O Bloco de Esquerda questionou os Unidades Hospitalares do SNS e os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) localizados no Algarve acerca do número de enfermeiros especialistas a exercer funções na unidades de saúde sob a sua direção.

Site Distrital do Algarve

O Hospital de Faro não reúne condições técnicas para a realização de mamografias, acusa o Bloco de Esquerda, tendo questionado o Governo sobre esta anomalia.

Os deputados João Vasconcelos, Moisés Ferreira e Jorge Falcato querem saber por que razão aquela unidade hospitalar não está a dar resposta aos utentes, quais as medidas implementadas para resolver a avaria no equipamento, e quando se prevê que o mesmo esteja novamente a funcionar.

Site Distrital do Algarve

O que está O Bloco de Esquerda quer saber quantos doentes foram transferidos da unidade coronária do Hospital de Faro na sequência da infestação de piolhos de pombos detetado no local durante o fim de semana.

Site Distrital do Algarve

O Bloco de Esquerda quer saber se as Câmaras Municipais algarvias têm “plano de acessibilidade bem como se tem verba dedicada no orçamento à necessária adaptação do espaço público”. Para tal, deu entrada na Assembleia da República de um requerimento dirigido a todas as autarquias do país, e onde se incluem os 16 municípios algarvios.

Site Distrital do Algarve

O Bloco de Esquerda questionou o Governo acerca da demissão de três diretores do serviço de medicina interna do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) o qual, e segundo o Sindicato Independentes dos Médicos (SIM), tem na sua origem a apresentação duma proposta por parte do Conselho de Administração do CHUA, para “excluir idosos dos cuidados de saúde que lhes são devidos e a que têm direito constitucional”, a qual foi considerada pelos profissionais médicos como “desumana e condenável”.

Bloco Portimão

Comunicado do Bloco de Esquerda de Portimão acerca da rejeição, pela Câmara Municipal de Portimão (nomeadamente pelo PS), da moção defendendo melhoria na EN 125 e o fim das portagens na Via do Infante.

Site Distrital do Algarve

Os deputados do Bloco de Esquerda estão preocupados com eventual falta de aplicação da Lei 57/2017, de 19 de julho, na Universidade do Algarve, tendo questionado o Governo sobre esta matéria, designadamente sobre quantos bolseiros de pós-doutoramento estão abrangidos pelo referido diploma e quantos concursos ao abrigo do mesmo diploma tenciona a UAlg lançar. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Governo através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Site Distrital do Algarve

Os deputados do Bloco de Esquerda João Vasconcelos, Moisés Ferreira e Jorge Falcato, instam o Governo a questionar o Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) e a Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) sobre se estas entidades públicas irão abrir inquérito no caso da mulher a quem foi dada alta com um feto morto. Consulte aqui a pergunta dirigida ao Governo através do Ministério da Saúde.

Opinião

Lamentável que tantos organizadores, apresentadores, comentadores, tudo tão inteligente, tão in e prá’frentex, tenham olimpicamente ignorado o colonialismo e os crimes israelitas, mesmo nas barbas dos assassinatos que, na fúria do momento, estão despudoradamente a cometer sobre as martirizadas populações aprisionadas na faixa de Gaza. O pacóvio deslumbramento de quem pensa que também é gente só porque, lá de longe em longe, os donos disto tudo lhe dão um ossinho a roer, para que eles possam continuar a abancar-se com o porco do dinheiro e do poder, também ajudou bem a esta cegueira indesculpável.

É necessário, investir mais na melhoria dos serviços públicos e na promoção de uma cultura politica virada para a cidadania.  Exigir a manutenção do sector da água no Estado. Criar condições para o envolvimento e auscultação das populações, técnicos e empresários no processo de revisão do PDM que se avizinha. Lutarmos, pela  descentralização administrativa de competências para as autarquias que não ponham em causa as obrigações sociais do Estado  e um tratamento igual para todos os cidadãos, independente do município onde vivam e pela criação de novos mecanismos para que as assembleias municipais sejam capazes de poder cumprir a sua função fiscalizadora da actividade municipal. E retomar o processo de discussão da reorganização das freguesias, consultando as populações, através do referendo local.

Resoluções Mesa NacionalResoluções Mesa Nacional

Existem actualmente 0 utilizadores e 1 convidado ligados.